livros1

Pitágoras

Nascido em 570 a.C., na Grécia, e considerado o primeiro matemático puro, Pitágoras foi também um destacado filósofo e desenvolveu estudos em áreas tão diversas como a geometria, a música, a astronomia e a aritmética.

Criou uma "axiomática" da geometria. Foi o fundador da escola filosófica de pensamento denominada, em sua homenagem, de Pitagórica. Descobriu em que proporções uma corda deve ser dividida para obter as notas musicais (sons harmónicos) e, ainda na música, percebeu que frações simples das notas, tocadas juntamente com a nota original, produziam sons agradáveis enquanto que com frações mais complicadas eram produzidos sons desagradáveis.

O seu nome ficou muito ligado ao Teorema que afirma: "Em todo o triângulo retângulo, a soma dos quadrados dos catetos é igual ao quadrado da hipotenusa" (Teorema de Pitágoras).

Os Pitagóricos estudaram e demonstraram várias propriedades dos números e classificaram-nos em pares, impares, primos, fatoráveis, etc.

Um dos casos mais curiosos é a dos "números perfeitos". Descobriram que a soma dos divisores de determinado número, com exceção dele mesmo, é o próprio número. Exemplos: - Os divisores de 6 são: 1,2,3 e 6. Então 1+2+3=6.  - Os divisores de 28 são: 1,2,4,7,14 e 28. Então 1+2+4+7+14=28.

Há ainda o importante número 10, chamado pelos Pitagóricos de "tetraktys" (tétrada em português). Este número era visto com misticismo já que consideravam que continha os quatro elementos: fogo, água, ar e terra (Ou seja: 10=1+2+3+4).

(a partir de: Wikipédia)